Menu
RSS

O novo perfil da Câmara de Cristalina Destaque

O novo perfil da Câmara de Cristalina

O novo perfil da Câmara de Cristalina

Geovane José Leandro *

Não é de hoje que a cidade clama por uma renovada geral nas 13 cadeiras que compõem o Legislativo Cristalinense. Mas o pior de tudo que esta mesma sociedade insistia em manter os mesmos vereadores por lá.

Porém, com o fechamento das urnas e a apuração dos votos nesta eleição 2016, parece que a coisa de fato começou dar uma mudada. Com exceção de alguns poucos nomes que pela própria vontade do povo, por lá continuarão.

Certo mesmo, é que quando o povo quer, o povo dá o recado. Veja por exemplo que a próxima legislatura será novidade para mais de 70% dos eleitos. E isto, desperta uma certa dose de curiosidade no que tange às origens, as bandeiras e padrinhos políticos que estão ao lado ou por trás dos legisladores que tomarão posse no próximo dia 01 de janeiro. Teremos ali, de fato uma renovação ou mera continuidade de mais do mesmo ?

De pronto, certo mesmo é que o futuro Chefe do Executivo, Daniel do Sindicato e seu vice Luiz Henrique conseguiram eleger e terão portanto, ampla maioria na Câmara. Por outro lado, uma futura oposição será vista como tímida e acanhada e ao que tudo indica, aportará logo nos primeiros meses de plenário no barco da turma do Viver Melhor Aqui.

 

Maioria absoluta e esmagadora

 

Assim, eleito com elevadíssima aprovação, atingindo o pódio com seus 1004 votos, Marquinho Abrão já deu garantia de que estará ao lado de Daniel e em prol da sociedade. O que segundo o vereador eleito, não fará de olhos fechados, se as coisas por ventura não caminharem do jeito que o povo precisa. Mas é enfático ao afirmar que acredita e aposta todas as fichas nos nomes de Daniel e Luiz Henrique.

Oriundo da política dos anos 90, Marquinho Abrão teve seu primeiro mandato com votos dos moradores da Vila São João e hoje, tem trânsito livre por todos os bairros da cidade. Diz estar disposto a dialogar com seus pares, colocando seu nome à Presidência da casa, já em 2017.

Representante da Segurança e das causas quase impossíveis

Pelo menos é assim que autointitula o ex-locutor de Rádio e que após inúmeras tentativas, conquistou enfim, uma cadeira no Legislativo Cristalinense. Silvano da Rádio, assim como Lula,  é prova viva de que jamais se deve desistir de um sonho. Cotado nos bastidores como nome a assumir uma possível Secretaria Municipal de Segurança Pública, Silvano da Silva Leite continua o mesmo, pelos menos até agora, antes da diplomação e posse, na busca por suas matérias policiais. Já manteve inclusive, contato com nomes representativos da Segurança Pública do Estado de Goiás. O que o diferencia, segundo palavras do mesmo, é o fato de ter realizado uma campanha considerada modesta em relação aos investimentos financeiros, ter espaço de sobra nas redes sociais e conquistar o segundo lugar como mais bem votado de Cristalina. Silvano tem confidenciado a amigos mais próximos, que não dispensará a possibilidade de pleitear contra Marquinho Abrão, a Presidência da Câmara.  

Uma legislatura com dois grandes nomes da Saúde

 

 

Ainda durante a campanha, pudemos ouvir de profissionais da área, que votar em nomes que representam a saúde, seria uma questão de honra. Dito e feito, não deu outra. Cristalina conseguiu eleger dois excelentes nomes. E por incrível que pareça, “dois Marcelos.” Um, além de se lançar como Marcelo da Sáude, traz também no peito, a representatividade da comunidade de Campos Lindos. Distrito sofrido, abandonado por todos os governantes que por Cristalina passaram. Agora, pelo menos na área da Saúde, os moradores daquela região esperam poder contar com maior atenção e apoio. E parece que o vereador Marcelo Rocha está mesmo empenhado em retribuir os 591 votos recebidos.

Ainda na Saúde, outro Marcelo. Precisamente, José Marcelo Borges – “Marcelo Enfermeiro.” Caladinho e ao estilo tradicional da família de dona Zefa, (sua avó). O Enfermeiro recebeu de volta o carinho que por anos tem dedicado aos pacientes que dele necessita no hospital. Veja que meio que sem palanque, carro de som pelas ruas e turbilhões de santinhos, Marcelo Enfermeiro de fato conquistou os profissionais da saúde e os familiares e pacientes que por suas mãos passaram. Na Câmara, seu eleitores esperam o mesmo, na defesa de dias melhores por Cristalina.

Sala de aula e Palco

 

Com a proposta de ser o representante dos professores e com extensa carreira no Magistério, Valdson Tolentino Filho é nome conhecido dos estudantes e da classe docente. Único eleito pelo PDT, Valdson chegará à Câmara com a árdua missão de reverter aquilo que outros, também professores fizeram. Menosprezar a classe, votando inclusive o fim do pagamento das gratificações e titularidades dos profissionais em Educação. Mas pelo que tudo indica, Valdson terá trânsito junto ao Governo, haja vista, ter como membro forte de sua sigla, a advogada Eliane Leonel de Campos e o Vice – Prefeito, Luiz Henrique. Outra área que o Professor também defenderá, é a da Cultura. Algo até então desprovido de qualquer apoio em Cristalina.

De família tradicional

 

Figurinha repetida na Câmara por longos e longos mandatos, José Orlando de Paiva é oriundo de famílias tradicionais da política cristalinense. Tendo aí, seu trunfo para se manter por tanto tempo em uma das cadeiras do parlamento municipal. Mesmo sendo duramente criticado nos palanques adversários pelo fato de ter estado à frente da Secretaria de Educação, Esporte e Cultura e nunca ter de fato realizado feitos maiores pelas áreas, (como falam os adversários). Zé Orlando é o verdadeiro bonachão do Legislativo, simpático com os que o cercam, mantem seu reduto eleitoral cativo.

Mais ou menos de pai pra filho

 

Reeleito com menor expressão de votos, quando do seu primeiro mandato. Bernardo, que gosta mesmo é de desfilar com uma gravata nova pelo plenário da Casa de Leis, representa uma espécie de eu-lirico do clã Fachinello. Em especial, do pai, João Carlos.

Com o sonho de um dia ocupar a tão desejada cadeira do Executivo Municipal, João Carlos Fachinello já foi coadjuvante nas eras de Antonino Andrade, Castro Neto e por último, Luiz Carlos Attié. Agora, com a quebra política ocorrida recentemente com o atual Prefeito, João do Faxinal, como é conhecido na sociedade, cedeu seu sonho a Daniel, o que segundo o empresário, foi em prol de Cristalina. Algo também confirmado nas palavras do prefeito eleito, durante o discurso da vitória. Certo mesmo é que Fachinello, mesmo não sendo a figura principal da cena política, consegue dar as cartas, tem força no governo de Marconi Perillo e emplacou mais uma vez, seu pupilo na Câmara de vereadores.

Força da mulher

Sendo situação ou oposição, o que de fato ninguém pode negar é que Janete Andrade arregaçou as mangas e lutou, mesmo que às vezes sem recurso ou apoio (da situação), pelo povo do Distrito de Campos Lindos – Marajó. Suplente nesta legislatura que encerra,  Janete não teve muita voz ativa nos bastidores da Câmara. Agora, eleita por definitivo é que talvez consiga de fato, em parceria com o colega também eleito pelo Distrito, levar melhores condições para aquela região.

Um fato constatado certa vez por este jornalista é que, no Distrito de Campos Lindos, como na política em geral, o que prevalece é a briga de egos. Se um vereador ou representante tenta levar algo de concreto para o povo, o outro já briga, “emburra”, boicota. E assim, quem mais padece, é a sociedade. Esperamos que com esta nova legislatura, não só Campos Lindos, mas Cristalina como um todo, possa verdadeiramente receber um trabalho em prol do bem comum.

Esporte

 

Aqui, bem que poderíamos começar numa espécie de narração de futebol. Mas tudo bem, política e futebol são realmente as duas maiores paixões do brasileiro. E isto, o suplente da atual legislatura e futuro detentor efetivo dos próximos 04 anos de uma cadeira na Câmara, Pablo Magela, entende de sobra. De uma humildade tremenda, Pablo conquistou boa parte dos seus votos (710), apostando nos esportes e nos amigos da Cristalina Velha. Amigo pessoal do Prefeito eleito, Pablo demonstrou em palanque e nos campos que o Esporte é sua praia.

Fé, religião e voto

Oriunda dos partidos ligados à Igreja Universal do Reino de Deus, Luciana Cândida chegou ver de perto a possibilidade de não ser reeleita. Autointitulada representante das mulheres e com seu berço político dentro da Igreja do Bispo Macedo, Luciana não demonstrou muita luz própria neste último mandato. Até porque, foi eleita com o apoio de Luiz Carlos Attié, tornando-se oposição logo em seguida. Tinha como trunfo, as indicações de nomes para os telecentros, o que com a crise política no Governo Federal e as brigas com Attié, lhe tiraram o trunfo. Nesta nova legislatura, Luciana Cândida precisará ganhar fôlego para de fato representar os 319 votos depositados a ela.

Aposentando na Câmara

Desde que aposentou do cargo de professora, Cirlene Mary de Paula Côrtes tem cadeira cativa no legislativo municipal. Adepta dos velhos moldes de fazer política, Cirlene tem como foco a assistência social. Talvez seja o que explica tanto tempo de permanência nos holofotes da política. Já foi Presidente da Casa, Secretária de Educação no Governo de Castro, enfrentou sérios problemas de saúde. Mas se diz incansável quando o assunto é defender o povo. Tem fieis eleitores, principalmente junto aos moradores de bairros mais afastados da cidade e amigos da terceira idade. Tomará posse novamente em 1º de janeiro, graças à sagacidade que adquiriu com estes anos de vida pública, onde, com uma legenda facilitadora, foi eleita com 358 votos.

Imagem de Attié

 

Pelo menos é assim que era tratado por interlocutores da oposição. Estamos falando de Valter Tomaz – Valtinho da Prefeitura. De sorriso fácil e sempre cortês com as pessoas, (o que por vezes desperta controvérsias na comparação com o ex-chefe), Valter Tomaz chegou em Cristalina, como motorista do atual prefeito. Algo que de acordo com o próprio Valter não o diminui, pelo contrário, só lhe impulsionou a colocar seu nome à disposição do povo de Cristalina. Foi Chefe de Gabinete e até mesmo “faz tudo” no Governo do Povo. O que facilitou seu trânsito com a comunidade. Enfrentou momentos de “fogo-amigo” na gestão, mas considera tais circunstâncias já superadas. Teve dúvidas em relação a que rumo seguir, quando João do Faxinal foi colocado para escanteio. Mas perseverou ao lado do candidato derrotado, Maks Louzada. Para 2017, pelo menos por enquanto, é uma verdadeira incógnita. Seguirá os passos do ex-patrão ou tomará uma linha independente apreciando e votando o que for de melhor para Cristalina ? Sem contar que terá de fazer as pazes com Zé Orlando, futuro colega de plenário.

Estreante na tribuna

Também filho de família genuinamente cristalinense, o advogado Osório Fernando é nome novo nos bastidores do legislativo. Alçado à vereança pelo processo de média na legenda. O futuro vereador tem de sobra, conhecimentos necessários para representar a comunidade. Como principiante, temos que aguardar para ver, a desenvoltura do jovem vereador.

Adeus, bye, bye !!

Assim, a comunidade disse Adeus por definitivo a Olivar Caetano, Zemar da Garagem, Gilsão da Marajó, Rosivaldo Pelota (Por força da lei, não pôde candidatar), Marcelo Pezão (afastado judicialmente), Pedro do Bar, Wellington Caixeta, Eleuza Paes Landim, Lúcia Salles. Que nesta altura do campeonato já devem estar cantando, “Seu adeus doeu demais, doeu demais...”

Daniel do Sindicato e Luiz Henrique tornaram-se Prefeito e Vice, respectivamente. E que venham os balancetes de Attié e as reivindicações e anseios da população para serem analisados e aprovados (ou não) na Legislatura que iniciará.

Em tempo: com menos barulho, brigas, confusões, bate-boca e muito, muito serviço prestado à comunidade.

Geovane José Leandro

Jornalista e Professor.

Última modificação emSexta, 14 Outubro 2016 15:45
voltar ao topo
Info for bonus Review William Hill here.