TPL_GK_LANG_MOBILE_MENU
A+ A A-

Deprecated: Non-static method Joomla\CMS\Application\SiteApplication::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/gwcomuni/public_html/templates/gk_news/lib/framework/helper.layout.php on line 181

Deprecated: Non-static method Joomla\CMS\Application\CMSApplication::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/gwcomuni/public_html/libraries/src/Application/SiteApplication.php on line 275

SEGURANÇA PÚBLICA EM PAUTA – Conselho Municipal debate alternativas e soluções Destaque

SEGURANÇA PÚBLICA EM PAUTA – Conselho Municipal debate alternativas e soluções

(Texto: Geovane José Leandro – Fotos: Franklin Ribeiro)

Em assembleia realizada na manhã desta sexta-feira (27/01), no auditório da Subseção da OAB em Cristalina, o Conselho Municipal de Segurança Pública deliberou sobre as alternativas e soluções a serem aplicadas no município. A reunião presidida pelo interino Wilson Marins contou com a presença de autoridades dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além de representes da sociedade organizada.

Na abertura do encontro, o empresário Luimir Machado Penkal apresentou ao Conselho e demais presentes a proposta do sistema de monitoramento via rádio, focado nas propriedades rurais e urbanas. De acordo com Penkal, neste primeiro momento fez-se necessário apresentar a ideia aos membros que coordenam a segurança pública no município, para que logo em seguida, possa levar a proposta aos demais segmentos da comunidade.

Presente no debate, o Juiz da Vara Criminal de Cristalina, Dr. Carlos Arthur Alencar apresentou em sua fala, a preocupação em caráter de urgência, a construção de um novo presídio para Cristalina. De acordo com o Magistrado, além da referida construção, a cidade precisa contar também com investimentos do Estado, no que tange ao aumento do efetivo policial na região. Bem como, do apoio a órgãos responsáveis à efetiva permanência destes profissionais em Cristalina. Argumento reforçado pelo Promotor de Justiça Dr. Fernando Martins Cesconetto e mais tarde, pelo novo diretor do Presídio local, Otoniel Lima de Melo.

Aberta a palavra ao Vice-Prefeito Luiz Henrique T de Barros, este destacou a preocupação do Poder Executivo em apoiar e criar medidas que possam oportunizar melhor qualidade no sistema de segurança pública do município. Para Barros, a Prefeitura, já nestes primeiros dias de Gestão, tem buscado investir no sistema de monitoramento eletrônico dos órgãos públicos e das principais vias que cortam a cidade. Já estabelecemos parceria com a Guarda Civil Municipal para que em consonância com a Superintendência de Trânsito – SMTCris deem apoio à Polícia Militar no que se refere à realização de blitz e orientações aos pedestres e condutores de veículos. O Vice-Prefeito destacou também, a intencionalidade de oferecer aos Guardas Municipais, apoio através de uma reserva alimentícia, qualificação profissional e armamento do pelotão. Reivindicações destacadas também pelo Comandante da Guarda, Santos Alves. De acordo com este, na atual circunstância, torna-se inviável colocar os homens nas ruas, haja vista os mesmos não contarem com apoio logístico e armamento. O que por consequência, coloca em risco as próprias vidas.

Reforçando a necessidade da construção do novo presídio, o Delegado de Polícia Civil, Dr. Rafael Pareja destacou que diante da situação em que a cadeia pública se encontra, é impossível ressocializar qualquer cidadão que se encontra preso ali, sem contar no perigo que representa à comunidade. Outro problema, é o fator localização da cadeia pública. Ainda de sua abordagem, o Delegado apresentou o pedido, quando da construção da nova estrutura presidiária, de uma ala destinada ao atendimento dos menores infratores. De acordo com Pareja, o trabalho tem sido muito difícil, uma vez que Cristalina não conta com um aparato adequado para receber estes menores, necessitando portanto, deslocar-se para Luziânia. Ainda em suas palavras, Rafael Pareja destacou a necessidade no aumento do efetivo das Polícias Civil e Militar. Assunto já levado às instituições superiores do Estado, mas que somente será atendido com a conclusão dos concursos em andamento, realizados pelo Governo Estadual.



Parceria com o Executivo Municipal


Já para o Prefeito Daniel Sabino Vaz –“Daniel do Sindicato”, reuniões desta modalidade representam um avanço para a Segurança Pública no Município de Cristalina. Para tanto, disponibilizaremos de apoio financeiro para que através de um convênio firmado com o Conselho de Segurança – Conseg, os representantes pela área possam discutir e aplicar com responsabilidade a verba oferecida pelo Executivo Local. Isto dará maior transparência junto à comunidade no que se refere ao gasto do dinheiro público. Outro ponto abordado pelo Prefeito deu-se quanto à preocupação do funcionamento de uma delegacia 24 horas. “Não podemos continuar tendo que após às 18:00 horas e finais de semana, Cristalina tenha que registar suas ocorrências, na cidade de Luziânia. Para isso, já buscamos ajuda junto ao Governador Marconi Perillo, tendo dele uma sinal positivo. Para Sabino Vaz, a perspectiva é de dias melhores no tocante à segurança pública. Já estamos em conversação com o vereador Silvano da Silva Leite – ‘Silvano da Rádio’, para que aceite nosso convite, vindo a assumir a Secretaria de Segurança Pública Municipal. O vereador possui trâmites diante de todos os departamentos ligados à área na esfera estadual. E isto nos ajudará a consolidar uma segurança pública efetiva em Cristalina” - Disse Daniel do Sindicato.


Ainda do debate realizado pelo Conseg, o Presidente da Câmara Municipal – vereador Marco Aurélio Ribeiro –“Marquinho Abrão” disse que estará sempre à disposição de todos que estejam ligados na busca de soluções, focando a segurança da cidade. Para tanto, nos colocamos à disposição para um estudo que possa viabilizar devolução de parte dos recursos da Casa Legislativa, em prol da construção do novo presídio. Outro ponto levantado pelo Presidente, relaciona-se à constante presença de meliantes na praça Otto Mohn. Conforme o vereador, é grave tal situação. Onde por diversos momentos do dia, é possível perceber a presença de traficantes num espaço que agrega escolas, Secretaria de Educação e a própria Câmara. “Reforço a necessidade de uma ação mais efetiva da Polícia Militar nesta região.” Destacou Marco Aurélio Ribeiro.

Responsabilidade compartilhada

Para o representante da Polícia Militar Vander Divino Pereira dos Santos, segurança pública vai muito além do simples trabalho das Polícias Militar e Civil, de acordo com o Policial, é preciso unir forças entre escola, sociedade e família, para que o índice de criminalidade possa ser reduzido – “ A Polícia e o sistema prisional por si só, não irão conseguir reverter tal situação. Para o PM, outros fatores que dificultam o trabalho da Polícia /Segurança Pública em Cristalina, parte da cultura do cidadão em por exemplo, quando da circunstância de um crime, não respeitar as áreas de isolamento, imposta por lei e aplicada pela Polícia Militar, isto dificulta os trabalhos de perícia, ressalta. Também no ponto de vista de Vander Divino, há outro agravante em relação à segurança pública – perturbação do sossego público. “Temos feito um amplo trabalhado contando inclusive com o apoio da Guarda Municipal, para conter este problema, o qual recebemos inúmeras reclamações diariamente.” Disse. Palavras também do representante da Subseção da OAB, Dr. Samuel Bispo.

Na mesma linha de pensamento do Policial, a represente da Associação Comercial Agroindustrial – ACAIC, empresária Adriana Lima ressaltou que só através da conscientização coletiva, práticas de esportes e parceria com a escola e a família, a cidade poderá contar com um novo olhar sobre a criminalidade. Ainda de acordo com a empresária, há um outro problema latente acerca da segurança pública – a dificuldade dos comerciantes em manter as lojas abertas até mais tarde – “Em decorrência do grande número de assaltos e outas modalidades de crimes, torna-se impossível ampliar o horário de atendimento”, destacou Adriana. Ainda no que diz respeito às alternativas especiais de combate à criminalidade e às drogas, expuseram suas opiniões o representante da Igreja Presbiteriana do Brasil e de outras instituições presentes, dentre elas, a Secretaria Municipal de Educação.

 

Bomba – relógio X ressocialização

Este é o conceito do atual presídio de Cristalina. E para o seu novo diretor Otoniel Lima de Melo, a tarefa não é fácil, uma vez que 100% dos agentes penitenciários são oriundos de outras cidades do Entorno de Brasília – (até mesmo para garantir a integridade física dos mesmos). Juntando tal fato, às condições difíceis que o sistema oferece a estes profissionais, a carreira não os atrai a deslocarem até Cristalina. Além desta dificuldade, Lima de Melo enfatiza a superlotação do presídio, as condições insalubres daquele ambiente. Ainda de sua fala, o diretor destacou a visão da sociedade sobre as pessoas em regime de reclusão – “Para algumas pessoas da sociedade, o preso tem que morrer de dentro da cadeia, desde que este preso não seja alguém da família.” Otoniel reforçou também, a necessidade de se trabalhar em parceria, buscando a ressocialização dos detentos.

Concluindo o diálogo do Conseg junto à comunidade, a Senhora Valquíria Melo de Paulo, destacou o esforço do Esposo Carlos Paulo – (Presidente do Conselho Municipal de Segurança), que em decorrência de um problema de saúde, não pôde comparecer ao evento. Mas para a Professora Valquíria, ao parafrasear as palavras do Presidente, “ __ O Conselho está e sempre estará à disposição da comunidade em busca de uma segurança pública cada dia mais efetiva para Cristalina.”

PARA SABER MAIS - Datas das reuniões do Conselho de Segurança – Conseg:

Fevereiro – 24

Março – 31

Abril – 28

Maio – 26

Junho – 30

Julho – 28

Agosto – 25

Setembro – 29

Outubro – 27

Novembro – 24

Dezembro – 15

Última modificação emSexta, 27 Janeiro 2017 21:20
voltar ao topo
Info for bonus Review William Hill here.