TPL_GK_LANG_MOBILE_MENU
A+ A A-

Deprecated: Non-static method Joomla\CMS\Application\SiteApplication::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/gwcomuni/public_html/templates/gk_news/lib/framework/helper.layout.php on line 181

Deprecated: Non-static method Joomla\CMS\Application\CMSApplication::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/gwcomuni/public_html/libraries/src/Application/SiteApplication.php on line 275

Pastor estupra menina de 11 anos Destaque

Pastor estupra menina de 11 anos

Pastor estupra menina de 11 anos

 

Um pastor de 77 anos foi preso nesta quarta-feira (03/01), em Luziânia, Goiás, suspeito de cometer os crimes de estupro de vulnerável e importunação ofensiva ao pudor contra duas crianças de 11 e 12 anos.

Segundo o jornal Correio Braziliense, o delegado responsável pelo caso Maurício Passerini, afirmou que o homem morava no mesmo condomínio das vítimas. Para chamar a atenção das crianças, ele teria oferecido frutas e doces.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre

Com a oferta, ele conseguiu atrair a garota de 11 anos e a levou para a residência em que morava e praticava o crime. Conforme informações da Polícia Civil, a menina disse que o abuso ocorria com frequência e que a violência mais recente aconteceu em dezembro.

O padrasto da criança descobriu os estupros depois que a enteada contou que o suspeito havia tentado apalpá-la. Ele denunciou os casos na Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA) após ver a garota de 11 anos sair da casa do pastor.

A denúncia foi feita no dia 13 de dezembro de 2017 e um mandado de prisão foi expedido nove dias depois. No entanto, a ordem judicial foi cumprida somente nesta quarta-feira. O suspeito negou os abusos durante depoimento. A 5ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Luziânia investiga o caso.(Redação DM / GW / Correio Braziliense)

Última modificação emQuarta, 03 Janeiro 2018 23:27
voltar ao topo
Info for bonus Review William Hill here.