TPL_GK_LANG_MOBILE_MENU
A+ A A-

Deprecated: Non-static method Joomla\CMS\Application\SiteApplication::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/gwcomuni/public_html/templates/gk_news/lib/framework/helper.layout.php on line 181

Deprecated: Non-static method Joomla\CMS\Application\CMSApplication::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/gwcomuni/public_html/libraries/src/Application/SiteApplication.php on line 275

No Bairro Henrique Côrtes, Daniel assume compromisso com saneamento básico, iluminação e segurança Destaque

No Bairro Henrique Côrtes, Daniel assume compromisso com saneamento básico, iluminação e segurança

Por: Geovane José Leandro

RP 3237/GO

Fotos-Divulgação Facebook

Na tarde de quarta-feira (21), Daniel do Sindicato, Luiz Henrique e José Mário Schneider dedicaram a ouvir as reivindicações e anseios dos moradores do bairro Henrique Côrtes e adjacências. E muitas foram elas.

Começando pela mais crítica, conforme os próprios moradores. O tenso problema da rede de esgoto, (ou falta dela necessariamente).

O forte odor que exala pelas ruas é sinal de incômodo às milhares de famílias e com um olhar mais atento, é possível observar que as águas  fétidas correm a céu aberto,  frente à escola, casas e comércios do bairro. O pedido aos candidatos da Coligação Viver Melhor Aqui - Que a rede de esgoto seja interligada, melhorando de vez as condições de vida daquela comunidade.

Outra reivindicação dos moradores é a questão da Segurança Pública. Preocupadas com um número cada vez maior de incidentes ocorridos nos últimos tempos, todas as pessoas que se dirigiam a Daniel, Luiz Henrique e ao convidado José Mário Schneider foram enfáticas ao solicitarem iluminação pública e maior efetivo policial no bairro Henrique Côrtes. Como resposta, tiveram a garantia que, já a partir do próximo ano, terão na região, o maior efetivo possível de policiais e que contarão ainda com a presença da Guarda Municipal, equipada e preparada para atender os moradores. Quanto à iluminação, já dos primeiros dias de gestão, será designada uma equipe que fará a reposição de todas as lâmpadas no bairro. À noite, durante o comício, Daniel reforçou o compromisso, garantindo que realizará concurso público, dobrando o efetivo da Guarda Municipal, já em 2017 e que oportunizará à corporação, melhores condições de trabalho. Disponibilizando inclusive, veículos para que os Homens possam trabalhar. “Hoje, nem carro, a Guarda Municipal possui para realizar seu trabalho.” Frisou.  

Pracinha do bairro

Sobre o projeto de revitalização do bairro Henrique Côrtes, Luiz Henrique (Candidato a Vice) destacou que dentro do projeto de Governo, consta da implantação de praças com gramado sintético, espaço de convivência com internet WIFI gratuita e arborização. E que o bairro Henrique Côrtes será assim como as demais localidades de Cristalina, um dos primeiros a contar com as praças revitalizadas para que possam receber as famílias e estas desfrutarem de momentos de lazer e qualidade de vida.

Tom político

Com um tom mais enfático, durante o comício no bairro, Daniel elevou o discurso, dizendo que não teve “a caneta” nos últimos 08 anos. Portanto, ainda não cabe nem a ele, nem a Luiz Henrique prestarem contas do que deixou ou não de ser feito. E que cabe sim, aos que estão ou que já passaram pelo poder, mostrarem para a população o que foi, ou não feito na hora de irem às casas de cada cidadão, pedirem o voto. E que com a vitória nas urnas, a população poderá sim, contar com seu apoio e o de Luiz Henrique em todas as áreas que hoje encontram-se carentes de atenção. “Não podemos mais admitir que Cristalina não tenha o básico. Não tem seringa no hospital, na UPA, nos postos de saúde, fornecedores e prestadores de serviço da Prefeitura estão sem receber, falta tudo em Cristalina. E os adversários tentar denegrir é a nossa imagem ?! Não, não vamos aceitar, pois cabe a eles prestarem conta a vocês.” Disse, Daniel.

Mais polêmica

Na mesma linha de pensamento de Daniel e Luiz Henrique, o Presidente da Federação da Agricultura do Estado de Goiás (FAEG), José Mário Schneider convidou os cristalinenses à reflexão, dizendo que: Cristalina vive hoje uma administração pública capenga. Vejo tanta riqueza no campo e na área rural de Cristalina não é diferente, mas não consigo entender como um município tão rico como este, a administração que está aí por 08 anos deixe faltar tudo, e até mesmo ver paralisado o transporte escolar.” Ainda em sua fala, Schneider agradeceu os quase 3 mil votos adquiridos no município quando candidato a Deputado Federal, pedindo que este carinho do povo seja retribuído a Daniel e Luiz Henrique. “Temos serviços prestados em Cristalina, trouxemos qualificação profissional em parceria com o Senar e Sindicato Rural, para milhares de cidadãos cristalinenses, incluindo, os moradores de Campos Lindos – “Marajó. Somos diferentes dos que estão ou já passaram por aí. Um teve 08 anos e não fez nada, o outro, com suas maluquices, aparece com uma proposta requentada dos anos 70. É assim que pretendem administrar Cristalina ?” Indagou José Mário. Só há uma receita certa para uma nova Cristalina e a receita é votar nos nomes de Daniel, Luiz Henrique e os candidatos a vereador da coligação. Pois  só assim, a cidade terá condições de ter governabilidade e mudar os desmandos que estão aí, ou que pretendem voltar de forma disfarçada, requentada.” Finalizou.

  

Leia mais ...

Gildomar Gonçalves está indeferido, confirma MP Destaque

Gildomar Gonçalves está indeferido, confirma MP

 Imagem: Facebook
 Banner: MP

Em julgamento da ação de impugnação de registro de candidatura, o juiz Thiago Inácio de Oliveira julgou procedente o pedido para a indeferir a candidatura de Gildomar Gonçalves Ribeiro a prefeito de Cristalina. A ação foi proposta pelo promotor Fernando Martins Cesconetto, da 36ª Zona Eleitoral de Goiás, que considerou a condenação do candidato a prefeito em ação civil pública como motivo para o indeferimento.

Consta que, em sentença transitada em julgado, foi reconhecida a prática de ato de improbidade administrativa por Gildomar Ribeiro. O candidato, durante gestão municipal anterior, teria editado decretos executivos que promoveram anistias tributárias a alguns cidadãos. A prática importou em enriquecimento ilícito de Gildomar, já que ele passou a pagar menos tributos, além de dano ao erário municipal no valor de R$ 300 mil.

Os decretos também, ao serem editados sem serem derivados ou autorizados por lei, atentaram contra os princípios da legalidade, lealdade, honestidade e imparcialidade, sustentou a ação. Em razão disso, o candidato foi condenado nas sanções da Lei nº 8.429/92, que incluem a suspensão dos direitos políticos por oito anos, contados do trânsito em julgado da sentença.

Diante da manifestação do promotor, que, baseado na Lei Complementar nº 64/90, apontou como causa para inelegibilidade a condenação por ato doloso de improbidade administrativa, Gildomar Ribeiro deve permanecer inelegível pelos próximos oito anos, segundo a decisão judicial eleitoral. Na decisão, também foram considerados pelo juiz a não apresentação de certidão criminal da Justiça Federal por parte de Gildomar e o indeferimento do Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (Drap) de sua coligação, que leva ao indeferimento dos  Registros de Candidatura(RRC). (Texto: Ana Carolina Jobim – Estagiária da Assessoria de Comunicação Social do MP-GO – Supervisão de estágio: Ana Cristina Arruda / GW- Atualizado às 17:45 horas – 19/09/16)

 

Leia mais ...

Olha os eleitores fantasmas começando a aparecer Destaque

Olha os eleitores fantasmas começando a aparecer

Promotor denuncia 164 pessoas por inscrição eleitoral fraudulenta em Cristalina

 

O promotor de Justiça Fernando Martins Cesconetto, da 36ª Zona Eleitoral, em Cristalina, protocolou 14 denúncias contra 164 pessoas por inscrição fraudulenta para transferência de zona eleitoral. Propôs também 14 ações de cancelamento de títulos eleitorais contra 157 eleitores que participaram da fraude.

Segundo consta, entre janeiro e maio deste ano, foi registrada intensa movimentação no Cartório Eleitoral para a transferência de títulos eleitorais. De acordo com dados da Justiça Eleitoral, somente neste ano foram realizadas 1.921 transferências para a 36ª Zona Eleitoral, número bastante superior ao registrado nos anos anteriores.

Ocorre, porém, que grande parte dos eleitores que solicitaram a mudança de zona apresentou como justificativa a declaração de residência. Além disso, tinham em comum o fato de residirem no distrito de Campos Limpos. Diante das coincidências, o Ministério Público, que a partir dos dados fornecidos pelo Cartório Eleitoral, passou a realizar visitas para verificar os eleitores realmente residiam nos endereços fornecidos.

Como resultado, foram constatadas mais de 140 declarações com conteúdo falso. A partir delas, foi identificada a participação de candidatos e de cidadãos que forneciam declarações falsas para que os eleitores atestassem a residência.

O promotor Fernando Martins denuncia, então, os candidatos por induzirem os eleitores a se inscrever fraudulentamente, crime previsto no artigo 290 do Código Eleitoral, com pena de reclusão de até 2 anos. Já os eleitores foram denunciados pela prática de inscrição fraudulenta, com pena de até cinco anos de reclusão, conforme descrito no artigo 289 do Código Eleitoral.

Já com a ação de cancelamento, requer que, se confirmadas as irregularidades, seja determinado o cancelamento dos títulos eleitorais dos envolvidos, nos termos do artigo 78 do Código Eleitoral. (Texto: Ana Carolina Jobim – Estagiária da Assessoria de Comunicação Social do MP-GO – Supervisão de estágio: Ana Cristina Arruda, adaptado para o GW Comunicação)

Leia mais ...
Info for bonus Review William Hill here.