TPL_GK_LANG_MOBILE_MENU
A+ A A-

Deprecated: Non-static method Joomla\CMS\Application\SiteApplication::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/gwcomuni/public_html/templates/gk_news/lib/framework/helper.layout.php on line 181

Deprecated: Non-static method Joomla\CMS\Application\CMSApplication::getMenu() should not be called statically, assuming $this from incompatible context in /home/gwcomuni/public_html/libraries/src/Application/SiteApplication.php on line 275

ENTREVISTA - SECRETÁRIA DE SAÚDE Destaque

ENTREVISTA - SECRETÁRIA DE SAÚDE

ENTREVISTA - SECRETÁRIA DE SAÚDE

 

À frente da Secretaria Municipal de Saúde há exatos seis meses, a titular da pasta fisioterapeuta Leila Sabadin concedeu ao GW a entrevista a seguir. Dentre os temas abordados, a secretária explicou as medidas emergenciais tomadas durante o ano de 2017, os esclarecimentos ao Ministério Público sobre as indagações do órgão à secretaria, como sua equipe lida com as críticas e elogios, os investimentos nas unidades de saúde e no hospital. Se haverá ou não, concurso público para a área e as metas para 2018. Você confere agora, nesta entrevista exclusiva.

 

GW - Após seis meses à frente da secretaria, que balanço a senhora faz em relação ao trabalho desenvolvido pela pasta ?

SECRETÁRIA - Em meio a tantos desafios e dificuldades, o balanço foi o mais positivo possível, pois antes de qualquer avanço é preciso formar uma equipe e hoje, Cristalina, conta com um grupo de profissionais comprometidos, capacitados e que buscam, principalmente, uma verdadeira e alicerçada mudança na prestação dos serviços em saúde. Acreditamos a cada dia que se passa, que podemos viver e ter uma saúde melhor aqui.

GW - A secretaria foi órgão de constantes questionamentos do Ministério Público durante o ano de 2017, o que de fato teve fundamento e quais respostas foram dadas ao MP, como solução dos problemas?

SECRETÁRIA - A secretaria de Saúde é um órgão público e a fiscalização da atuação do gestor se dá através do representante do Ministério Público, órgão competente. Respeitamos e sempre seremos solícitos ao valoroso trabalho do Ministério Público, fiscal do fiel cumprimento do ordenamento jurídico. Estamos buscando maior transparência e seguir rigorosamente a lei no nosso dia a dia, pois temos como finalidade estarmos em constante parceria com o MP a fim de nos ajudar a buscar o melhor caminho para nossos atos na gestão da saúde, visando atender aos anseios e necessidades da população de Cristalina.

“...sempre seremos solícitos ao valoroso trabalho do Ministério Público, fiscal do fiel cumprimento do ordenamento jurídico.”

GW -  Por parte da população, há reclamações, mas também há elogios no tocante ao trabalho oferecido pela pasta, o que conta mais na hora da tomada de decisões e em uma escala de 0 a 10, como a senhora avalia o trabalho de sua equipe, bem como os serviços prestados hoje, à comunidade?

SECRETÁRIA - A pasta da saúde através de seus coordenadores está atenta, tanto aos elogios, quanto as críticas, pois o amadurecimento e a busca pelo aperfeiçoamento dos trabalhos deve ser uma tarefa diária e a opinião da população é de fundamental importância nesse caminhar. Todas as decisões da pasta são criteriosamente estudadas levando-se em consideração diversos fatores, principalmente, o de proporcionar maiores benefícios a toda população. Toda a equipe da saúde está ciente de que já houve uma evolução, porém ainda estamos longe de alcançarmos o que pretendemos, que é sermos modelo na prestação dos serviços em saúde. Assim, como nosso objetivo é grande, seguimos comprometidos para atingi-lo, o mais breve possível.

GW - O hospital municipal recebeu recentemente uma série de novos equipamentos, quais são os principais e qual foi o valor investido para a aquisição dos mesmos?

SECRETÁRIA -  Em 2017 Hospital Municipal Chaud Salles recebeu equipamentos novos e modernos, nos quais os principais foram: 20 poltronas para repouso dos acompanhantes (não existia antes), 55 colchões, 01 incubadora de transporte, 07 berços para Recém Nascidos, 10 monitores multiparâmetros touch Screen, 02 berços aquecidos, 02 aparelhos de fototerapia, 01 ventilador mecânico, 01 carrinho de anestesia, e diversos equipamentos que irão melhorar o atendimento. Além disso, o Laboratório Municipal também foi equipado com: 01 aparelho de bioquímica automático, 01 aparelho de bioquímica semi-automático, 01 aparelho de hematologia, 01 centrífuga, 02 computadores novos e impressora, 01 etiquetadora, 01 geladeira, 12 braçadeiras para coleta de sangue nas Unidades de Saúde da Família, 02 estufas, 01 autoclave vertical, 01 microscópio, 01 hemogeinizador de tubos, 01 agitador de placas, e diversos acessórios de uso necessários para o funcionamento.

GW - O Distrito de Campos Lindos, povoado de São Bartolomeu e até mesmo alguns bairros mais distantes sofriam até meados de 2016/17, com problemas como falta de médicos, dentistas e em alguns casos, falta de medicamentos básicos, a senhora conseguiu reverter tal situação, e quais medidas foram tomadas ?

SECRETÁRIA - Todas as unidades estão com as equipes completas, sendo que algumas contam com dois médicos, diariamente. Vale ressaltar que pela primeira vez São Bartolomeu está contando com atendimento médico pediátrico e o Distrito de Campos Lindos que além do atendimento pediátrico, conta também com atendimento médico ginecológico. No tocante aos medicamentos, em função da mudança na legislação do conselho federal de farmácia, optamos pela centralização de distribuição dos medicamentos de farmácia básica em nossa unidade central, localizada na Rua 7 de setembro, anexa ao CEMESP, viabilizando assim um maior controle da distribuição. O povoado de São Bartolomeu e o Distrito de Campos Lindos continuam com o fornecimento de medicamentos da farmácia básica, em suas unidades de saúde, devido a distância entre eles e a Central de Fornecimento do município.

GW - São recorrentes aos comentários em que o Prefeito concede total autonomia aos secretários para que estes possam trabalhar, qual a relação da sua pasta para com o Chefe do Poder Executivo ?

SECRETÁRIA - Realmente, o prefeito Daniel Sabino Vaz concede à gestão da pasta da saúde, total autonomia. Porém, qualquer decisão a ser tomada ou projeto a ser cumprido, são antes discutidos, para que juntos, de comum acordo e visando os melhores resultados em benefício da população, possam ser realizados. A relação é de parceria e de extremo fortalecimento.

GW - A Casa de apoio em Goiânia, tem por vez sido uma espécie de gargalo aos que dela necessitam, qual a participação da Secretaria de Saúde na proposta de resoluções dos problemas?

SECRETÁRIA - A responsabilidade da casa de apoio é da secretaria de promoção social, a função da SMS é a regulação das marcações de consultas, exames, cirurgias e o transporte dos pacientes até Goiânia, no entanto estamos sempre trabalhando em parceria para solucionarmos os problemas e melhorar a qualidade dos atendimentos aos nossos pacientes.

GW - Dados mostram que sua pasta conta hoje com um número significativo de profissionais em regime de contrato temporário ou em processo de credenciamento (dentre eles, Médicos, Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem e de Laboratório), contando ainda com os profissionais auxiliares, contratados por intermédio de empresas prestadoras de serviços. Não estaria na hora de lançar um edital de concurso público visando sanar esse déficit?

SECRETÁRIA - Sim, o Município utiliza de todos os meios legais para contratação de profissionais em saúde para atender, ao máximo, as necessidades da população. O concurso público é uma das formas de admissão de profissionais pela administração pública, as demais formas que, embora temporárias, são igualmente legais. Atualmente, o quadro de pessoal do Fundo Municipal de Saúde é formado pelos funcionários efetivos, pelos profissionais credenciados que prestam serviços em saúde de forma complementar, os Agentes Comunitário de Saúde e de Combates de Endemias que são admitidos na forma do artigo 198 § 4º da Constituição Federal, a saber na forma de Processo Seletivo Público e os colaboradores contratados via Licitação Pública. A forma de contratação, que não seja via concurso, não é para suprir “déficit” de servidores que deveriam ser efetivos e sim formas legais de contratação para atender a demanda atual e também atender os Programas do Governo Federal e, por não serem definitivos, admitem legalmente a forma de contratação temporária. E quanto a “hora” de realizar um Concurso Público, ela está sendo analisada pela Administração do Município, o qual necessita de estudos prévios para a constatação da necessidade/viabilidade de sua realização.

GW - Outra indagação da Comunidade diz respeito à necessidade de profissionais especializados, os quais pudessem atender no município, o Cemesp atende a tal demanda ou seria necessária uma ampliação no sistema de atendimentos?

SECRETÁRIA -  Contamos, hoje, com atendimento nas seguintes especialidades:

 

Atendimento no CEMESP:

Otorrinolaringologista

Cardiologista

Endocrinologista

Pediatra

Neurologista

Cirurgião Geral

Ginecologista

Psiquiatra

Dermatologista

Oftalmologista  

Fonoaudiólogo

Fisioterapia

Nutricionista

Psicóloga

Atendimento na UPA:

Ortopedista

Ainda realizamos exames no cemesp semanalmente:

Ultrassonografia Gestacional

Ultrassonografia Trans vaginal

Ultrassonografia de mamas

Ultrassonografia de abdômen total

Ultrassonografia de rins e vias urinarias

Ultrassonografia de parede abdominal

Ultrassonografia Tireóide

Ultrassonografia de próstata

Ultrassonografia região inguinal

Ecocardiograma transtoracico

Eletrocardiograma

Teste Ergométrico

Dopple de carótida

Mapa 24 horas

Holter 24 horas

As demais especialidades são reguladas para Goiânia. Durante reuniões de gestores entre municípios, observei que Cristalina é um dos municípios que mais oferece atendimento especializado local e só são encaminhados os casos de maior complexidade que não são passiveis de solução em nossas unidades. Vale ressaltar que Cristalina é o único município do entorno sul que é estruturado para a realização de partos.

“Todas as decisões da pasta são criteriosamente estudadas levando em consideração diversos fatores, principalmente, o de proporcionar maiores benefícios a toda população.”

GW - A Unidade de Pronto Atendimento  (UPA) está hoje equipada e com material humano suficientes para atender a demanda da população?

SECRETÁRIA -  A UPA conta com dois plantonistas de segunda a sexta e três plantonistas aos sábados e domingos, além de uma equipe que vem sendo constantemente treinada e atualizada para melhor atender nossa população, (são realizados, em média, duzentos atendimentos dia). Sendo importante ressaltar que, praticamente não houve contrapartida Estadual, no ano de 2017 para a manutenção da UPA, cujo custeio foi garantido, basicamente, com os recursos municipais, e mesmo assim estamos providenciando a aquisição de novos equipamentos.

 

GW - A médio e longo prazo, que análise a senhora faz para que possa oficialmente colocar a Saúde nos "eixos" ?

SECRETÁRIA - Realizamos a reestruturação dos serviços em todas as áreas, além de oferecermos aos profissionais diversas formas de capacitação de modo a garantir que os nossos munícipes sejam bem acolhidos pelos profissionais das unidades e que também possam contar com um atendimento qualificado. Estamos fazendo, rotineiramente, ações de prevenção de saúde, tanto nas escolas (em parceria com a secretaria de educação) quanto em todas as comunidades. Em breve, o hospital será reformado e estamos, constantemente, em busca de recursos para melhorar e equipar nossas unidades. No entanto, sabemos que a pasta da saúde está em constante transformação e ajustes são sempre necessários.

GW -  Há uma previsão de verba orçamentária para reforma e ampliação do hospital municipal Chaud Salles, qual a prazo para que seja colocada em prática?

SECRETÁRIA -  A reforma do Hospital iniciará ainda neste ano.

GW - Pontos importantes que a senhora possa destacar positivamente em áreas como: Atenção básica, apoio aos pacientes que necessitam se deslocar para tratamento em Goiânia ou outras localidades, atenção especial ao idoso, atendimentos às gestantes e pacientes de alta complexidade e o que ainda precisa melhorar ?

SECRETÁRIA - Encontramos a atenção básica em estado crítico, desorganizada e desestruturada, como por exemplo, as cadeiras odontológicas, diversos equipamentos médicos odontológicos sucateados e equipes desmotivadas. Atualmente todas as unidades estão em pleno funcionamento, toda a população do município tem acesso aos atendimentos, sejam na atenção primaria ou de média-alta complexidade. Para os pacientes que necessitam de tratamento fora do município, são oferecidos, diariamente, transporte de qualidade.

“Encontramos a atenção básica em estado crítico, desorganizada e desestruturada.”

 

GW - Com a reestruturação dos atendimentos entre a UPA e o Hospital, a senhora continua vendo com bons olhos este processo ou ainda precisa de algumas adequações e como está funcionando o modelo atual ?

SECRETÁRIA -  A equipe continua vendo a nova reestruturação de atendimento com bons olhos, obviamente, mesmo que o modelo atual está funcionando muito bem, adequações são sempre necessárias. Atualmente as gestantes e as crianças abaixo de 12 anos são atendidas no hospital e demais urgências e emergências na UPA.

 

 

GW- Suas considerações finais e cumprimentos de Ano novo aos leitores?

SECRETÁRIA - Apesar das dificuldades que assola o SUS, sou otimista com o futuro e tenho convicção de que estamos e continuaremos avançando na construção de uma saúde melhor para a população de Cristalina. Tenho a certeza que bons projetos e o investimento dos recursos, de forma correta, iremos proporcionar uma saúde eficaz e de qualidade no município. Quero agradecer a toda equipe da saúde pelo trabalho e dedicação e seguiremos juntos, buscando melhorias. Por fim, desejo a todos um ano de 2018 repleto de realizações.

Por: Geovane José Leandro

Fotos: Assessoria de Comunicação – SMS.

Última modificação emQuinta, 11 Janeiro 2018 22:28
voltar ao topo
Info for bonus Review William Hill here.